Compartilhar Post
05
abr

Famosos que viraram evangélicos

Postado por Edu
Smile
GOSTOU?
COMPARTILHE NAS REDES!

Joelma

Joelma, vocalista do Calypso, também entrou para o time de famosos que viraram evangélicos. A cantora anunciou o final da banda durante um show em Recife e declarou que vai dedicar sua carreira à musica gospel. Polêmica, Joelma teria dito, em março deste ano, que ser gay é equivalente a “um drogado tentando se recuperar”. A cantora completou que tinha esse posicionamento por ser evangélica e afirmou que “lutaria até a morte” tentando mudar a orientação de um filho seu se ele fosse gay. “Sou contra, minha religião não permite. Por isso eu não quero que meu filho seja gay”

Perlla

A cantora Perlla causou muita polêmica ao anunciar que iria deixar o funk para virar cantora gospel. “Tive um encontro com Deus, fiz uma promessa que eu iria parar de cantar funk no dia 31 de dezembro de 2011 e eu consegui. Não tem explicação isso”. Ela afirmou que não sente vergonha de seu passado e que tudo vai servir de testemunho para outras pessoas

Carla Perez

Carla Perez, a eterna loira do É o Tchan, se converteu após ficar separada por sete dias do cantor Xanddy, em 2006. “É duro ser mulher e ver, com as suas crianças, o seu marido indo embora de casa. Mas quando busquei o senhor e vi que ele ouviu minha oração, ficou tudo resolvido”, contou a ex-dançarina. “Depois que me tornei uma mulher de Deus, me arrependi de muita coisa que fiz. Na verdade, me arrependo por não ter a consciência cristã antes. Me arrependo, por exemplo, de ter posado para a Playboy”, disse Carla em uma entrevista ao programa Muito +, da BAND. Atualmente, a loira trabalha com música infantil

Mara

Mara Maravilha decidiu se converter e virar evangélica após um momento difícil de sua vida pessoal – ela estava viciada em remédios inibidores de apetite. “Quando estava com problemas de saúde, voltei à igreja. Tudo o que o pastor falava coincidia com a minha vida, então passei a dar valor a Deus”, conta a cantora que, na década de 1980, chegou a estrelar a capa da Revista Playboy. Hoje, a ex-apresentadora se sustenta como cantora de música gospel fazendo shows pelo país. Em seu site, Mara também vende bíblias, mas garante que a renda é revertida para a compra de mais edições e que não lucra nada com a sua comercialização

Sula Miranda

Em 2005, a cantora sertaneja Sula Miranda abandonou a coroa de “Rainha dos Caminhoneiros” (que ostentava desde 1986) para investir na carreira de cantora gospel. Ela se converteu à Igreja Universal do Reino de Deus e dedicou-se por cinco anos a divulgar sua fé em shows pelo Brasil. Em 2010, ela deu um tempo com a música gospel e chegou a gravar um CD sertanejo por seus 25 anos de carreira, mas em seu site oficial a irmã de Gretchen mostra que a religião ainda é muito presente em sua vida. Ela dá dicas de orações e de como ser uma mulher virtuosa. “Sou uma cantora sertaneja que vive a fé cristã e quero compartilhá-la. A conversão aconteceu porque houve um arrependimento geral, a vontade de ser outra pessoa”, explicou Sula em seu site

Joana Prado

Joana Prado fez sucesso no final dos anos 1990 com a personagem Feiticeira, no programa H, de Luciano Huck, na BAND. Mas o passado ficou para trás e Joana se tornou evangélica por influência do marido, o lutador Vitor Belfort. Uma das recordistas de vendas da Playboy, para a qual posou três vezes, ela contou em uma entrevista ao jornal O Dia que se arrepende dos ensaios. “Hoje em dia, eu não faria. São fases da vida”, afirma Joana, que largou a carreira de modelo e apresentadora para se dedicar à família

Valéria Valenssa

Valéria Valenssa, a eterna Globeleza, exibiu o corpo nu pintado nas vinhetas de Carnaval da Globo entre 1990 e 2004. Desde então, a mulata decidiu ficar longe dos holofotes e quer distância da folia. Ela, que agora assina o sobrenome do marido, (Hans) Donner, virou evangélica e prega em cultos de igrejas cristãs pelo Brasil. “Carnaval é uma festa linda, mas hoje tenho esta alegria durante todo o ano no meu coração. O ciclo fechou”, garante

Sarah Sheeva

Filha de Pepeu Gomes e Baby do Brasil, Sarah Sheeva deixou o grupo SNZ (que formou com suas irmãs Nãna Shara e Zabelê em 2000) e mudou sua vida de forma radical. Ela é hoje missionária e pastora aspirante da Igreja Celular Internacional e defende a “castidade” e a “contenção sexual”. “Eu era promíscua, não parava com homem. Minha vida era vazia e eu procurava o sexo masculino para preencher esse vazio. Então comecei a orar, ler as escrituras e minha vida tomou outro rumo”, afirmou em uma entrevista ao programa de Marília Gabriela

Baby do Brasil

Antiga Baby Consuelo, a cantora que fez sucesso nos anos 1970 com o grupo Novos Baianos, não só virou evangélica como abriu uma igreja: ela é fundadora e pastora da Igreja Ministério do Espírito Santo de Deus. Em seus cultos, ela promete até “reverter” a homossexualidade dos fieis. Baby revelou no Programa Amaury Jr. que um dia foi acordada por um homem dentro de casa, ameaçando-a de morte. Ela pegou uma faca para matá-lo, mas desistiu. Foi quando resolveu entregar sua vida a Deus, fazendo com que o sujeito ficasse paralisado, sem se mover. “Tudo isso sem LSD, sem maconha, sem nada”, disse Baby, que atualmente faz shows com música gospel e se prepara para lançar um CD

Conrado e Andréia Sorvetão

Conrado e Andréia Faria (conhecida como Andréia Sorvetão) se conheceram em 1989 no palco do programa da Xuxa – ela era uma das paquitas mais conhecidas da atração e ele, cantor. O casal está junto desde então, colecionando trabalhos em humorísticos como A Turma do Didi e participações em novelas. Andréia, que chegou a posar nua para a Playboy e para a Sexy, conta que ela e o marido viraram evangélicos há nove anos. Os dois lançaram CDs de música gospel e comandaram o reality show Desafio de Música Gospel, uma espécie de Ídolos evangélico. “Precisava de uma direção espiritual para entender algumas coisas. E Jesus me deu muitas respostas. Hoje faço um trabalho de evangelização infantil com muita música e alegria”, contou a estrela em uma entrevista à TV Globo

Rafael Ilha

Rafael Ilha chegou a vender um milhão de discos nos anos 1980 com o grupo Polegar. Anos depois, voltou a ser notícia por seu envolvimento com drogas: ele foi preso duas vezes e internado em clínicas de reabilitação. Em uma entrevista ao programa de Sônia Abrão, Rafael revelou que começou a usar drogas com 16 anos, época em que namorava a atriz Cristiana Oliveira. “Eu já estava perdido, totalmente dependente de cocaína. Uma pessoa que não se ama não é capaz de amar ao próximo. Um dia, ela (Cristiana) me disse `você terá que escolher entre eu e drogas´. Eu escolhi as drogas”. Rafael também afirmou que foi o apoio de um policial evangélico, que encontrou enquanto estava na delegacia depois de ser encontrado em uma favela paulista, que o ajudou a se recuperar dessa fase difícil. “Conheci um policial evangélico que me abriu os olhos, falou que Deus tinha um plano para mim. Isso foi me acalmando e comecei a me sentir mais seguro”. Hoje o ex-Polegar é evangélico e cantor gospel

Regininha Poltergeist

Depois de “incontáveis” ensaios em revistas masculinas e três filmes pornôs, a modelo e atriz Regininha Poltergeist mudou de vida. Convertida à igreja evangélica Bola de Neve desde 2009, ela afirma não ter culpa de seu passado e diz que se sente perdoada por Deus: “Fiz a libertação. Sou um milagre, um presente. Perdi tudo e comecei do zero”, desabafou em uma entrevista ao programa TV Fama, da Rede TV

Rodolfo

O cantor Rodolfo Abrantes, vocalista do Raimundos, um dos grupos de maior sucesso no Brasil no final dos anos 1990, virou evangélico em 2001 e deixou a banda. “Quando comecei a ter minhas experiências com Deus, saí do Raimundos e minha vida mudou. Fui expelido daquela banda como um dente que cariou e que tem que ser arrancado. Deus me tirou de lá”, disse em uma de suas palestras divulgada no site da igreja Bola de Neve. O cantor contou ainda que antes de se converter, ele e sua esposa, Alexandra, enfrentavam problemas com drogas e chegaram a se agredir. Em 2006, Rodolfo gravou seu primeiro CD evangélico e hoje ele canta na banda gospel “R.A.B.T” (Rompendo a Barreira do Templo) e prega em igrejas de todo Brasil

Netinho de Paula

O cantor e político Netinho de Paula confessou que procurou uma igreja evangélica após ter agredido a esposa durante uma briga. “Em 2005 eu tive uma briga feia com a minha esposa, que foi noticiada pela mídia. Fui violento com a minha mulher e aquilo foi muito ruim para mim. Fiquei muito mal”, disse em um vídeo de culto da igreja Assembleia de Deus exibido no Youtube. Ele afirmou que começou a se recuperar ao frequentar a igreja Batista da região onde mora. “Eu pensava comigo mesmo: ‘não sou isso que as pessoas estão falando'”. Netinho disse que recebeu orações da comunidade e tocou a vida em frente

Monique Evans

Símbolo sexual dos anos 1980, a ex-modelo foi, por muito tempo, a apresentadora do programa erótico Noite Afora, da Rede TV!. O trabalho virou um problema, porém, quando ela se converteu à igreja evangélica Bola de Neve. Monique, que já foi capa de inúmeras revistas masculinas, contou em uma entrevista ao TV Fama, da Rede TV, que foi parar na igreja por acaso. “Eu já era convertida. Frequentava outra igreja no Rio de Janeiro, mas passava a semana em São Paulo gravando programa. Com o tempo, passei a sentir a necessidade de ir à Igreja durante a semana também”, explica a apresentadora, que hoje em dia rejeita ensaios sensuais. “Agora sou evangélica”

Sônia Lima

A atriz e ex-modelo Sônia Lima ficou conhecida por ser uma das juradas dos programas de auditório de Silvio Santos entre 1982 e 1996. Posou duas vezes para a revista Playboy, em 1987 e 1991. Ela virou evangélica depois que o marido, Wagner Montes, enfrentou problemas de saúde. “Ele passou por uma fase complicada, tomava um medicamento que provocava o desejo de se matar. Ele escrevia cartas se despedindo e eu fiquei muito preocupada”, disse a atriz em uma entrevista ao programa Hoje em Dia, da TV Record. “Passei a frequentar a igreja nessa época”, completou. Sônia também afirmou que se arrepende dos ensaios sensuais que fez e garante que hoje não faria novamente. Atualmente, ela é contratada da Record e seu último trabalho foi na minissérie Rei Davi

Bruna Tavares (ex-BBB )

A ex-BBB Bruna Tavares, colega de confinamento de Fani no BBB7, chegou a ganhar alguma fama e dinheiro depois de ter saído do programa em terceiro lugar, feito ensaios sensuais e trabalhos de modelo. Mas agora, como pastora evangélica, ela quer distância do mundo das celebridades. “Quando entrei para o BBB, em 2007, eu era uma desviada. E depois que saí do programa, sofri muita pressão porque mostravam meu estereótipo como gorda e eu nunca fui gorda. Essa questão do peso me incomodou muito “, contou ela. Atualmente, Bruna se sustenta com a renda de doações que arrecada nas igrejas. “Minha fonte de renda é a oferta de amor. Não estipulamos valor nenhum, as pessoas doam aquilo que podem. Trabalho levando meu testemunho, falo sobre família, minha trajetória, o que passei no BBB e não cobro cachê nenhum para ir às igrejas”, disse em uma entrevista ao programa de Sônia Abrão

Natália Nara (ex-BBB)

A ex-BBB Natália Nara, companheira de confinamento de Grazi Massafera no BBB5, se converteu à Igreja Bola de Neve em 2007, dois anos depois de sua participação no reality show. Natália deixou de lado o sonho de se tornar atriz e passou a fazer caridades e pregar a palavra de Deus. “Quando me dei conta da besteira que eu fiz (a revista ‘Playboy’), me arrependi e passei a andar no caminho de Jesus”, testemunhou Natália, num vídeo publicado no Youtube

Viviane Bruniere (Ronaldinha)

Viviane Brunieri, que ficou conhecida como Ronaldinha em 1996 por conta do namoro com o ex-jogador Ronaldo, mudou radicalmente de vida. A ex-modelo e cantora virou missionária e atualmente prega em uma igreja evangélica de Peruíbe, litoral de São Paulo. Em uma entrevista ao programa de Sônia Abrão, Viviane contou que começou a se prostituir aos 16 anos, quando morava no Japão. “Ali eu tive meu primeiro relacionamento homossexual, as primeiras experiências com vício do jogo e o contato com a metanfetamina. Foram 14 anos de dependência”, revela. A conversão, segundo ela, veio durante uma internação. “O segredo é a palavra de Deus e preciso dela diariamente para não sentir ‘fome’. Se você estiver vazia, pode cair. Minha luta é para que eu não volte a fazer filme (pornô), que uma proposta não me abale”

Palhaço Bozo

Wanderley Tribeck, o primeiro intérprete do palhaço Bozo no programa dos anos 1980, do SBT, tornou-se pastor evangélico. O ator, que tem 62 anos, se converteu em 2000. A conversão aconteceu após sérios problemas com álcool e depressão. Ao ser questionado pelo jornal O Dia se estava acompanhado a nova versão do Bozo, exibida todas as manhãs no SBT, Wanderley foi curto e grosso: “Eu só vejo programas evangélicos e, às vezes, vejo o Jô”

Cida Marques

Conhecida por seus seios grandes naturais, Cida Marques posou para a Playboy duas vezes, em 1997 e 2003, e atuou em diversos programas humorísticos da TV Globo e Record. Em 2004, se converteu à igreja Bola de Neve e passou a estudar radialismo para apresentar um programa de rádio gospel, o Bola Rádio. Em um de seus depoimentos no culto exibido via Youtube, ela disse ter se arrependido de seus ensaios sensuais e dos relacionamentos que teve

Veio para criticar ? Não perca seu tempo amigo.  Apenas respeite para ser respeitado,

Smile
GOSTOU?
COMPARTILHE NAS REDES!

SIGA-NOS NAS REDES
Jovem Errado
© Todos os direitos reservados 2012 - Jovem Errado
Theme Desenvolvido por Rhuan Carlos